Memórias do fundo do oceano


12/11/2011


".................acordo de manhã


e vejo as nuvens


imagino a vida lá fora.......................


talvez as ruas estejam vazias


..........sinto minha respiração.............


sinto a energia vital


girando na minha apressada

 

corrente sanguínea


....preciso sair.........


ver as pessoas


e chegar perto


talvez recusem meu toque


talvez me cortem


ou sejam puramente inatingíveis


ok


eu não quero mais morrer agora



vejo um mendigo 

 

deitado no meio de um maravilhoso jardim


.............. tento chegar perto


 

tento tocar sua mão...................


.........eu queria tanto viver


ser normal


ser feliz


e agora eu vou buscar isso


......vou tentar............


..........acho q posso ver o paraíso.................


se eu fechar meus olhos


..........e olhar para dentro de mim..................


...............agora...............


meu coração está batendo forte


tão forte q tenho tonturas


imagino a música q mais amo


tocando alto


no fundo da minha mente atormentada


............talvez eu falhe............


talvez eu fique preso de novo na escuridão


mas agora meu pulso vibra


sinto força


..........................preciso amar o viver................................


e eu vou


sim


nascer de novo


..............sinto minha fé................


eu acho q estou de volta


.............o sol rompeu as trevas..................


meus olhos estão se abrindo


de novo


apagando as névoas........................................."



 

Escrito por Ocean Rain às 10h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/09/2011


"......................às vezes acho q perdi a esperança

e a confiança

mas eu sei q nunca posso perder algo

q nunca tive

desconfio q vou te ver em breve

.......posso então passar a limpo essa triste história......................

...................

por mais q eu tente

passar um rolo compressor sobre toda minha vida..

...

sei q vou te ver em breve

..................


.....as paisagens passam rápidas

o carro segue tranquilo

em meio ao vento e à luz do sol


vejo montanhas memoráveis


vales enigmáticos


descampados


e cães perdidos


e felizes

eu não consigo parar de pensar....................

...........vou te rever em breve...................


sigo tentando fazer o melhor q consigo


converso com amigos


meus olhos marejados e vermelhos chamam a atenção


tudo ok?


sim


.................só estou esperando rever alguém........................................................


........um dia desses alguém me disse


vc atirou para todos os lados


perdeu as balas


o cartucho está vazio.............



eu apenas dou um sorriso..


............................não conhecem meu arsenal

escondido no fundo do mar.............................


de manhã eu amo

abrir as janelas

com sol forte

ou chuva torrencial


respiro fundo


coloco meu colete à prova de balas


e disfarço a emoção


..........................verei hoje alguém q não vejo há tempos...........................................


vc prefere a companhia dos amigos


eu


eu fico com minhas lembranças



tenebrosas


e maravilhosas

...........................................................................................


O tempo é feroz

venta

faz sol

plantas morrem

outras renascem

........................................................


guarde na mente

o q digo

(e isso não é um lamento)

quanto mais profundo a faca entra

mais você ganha


................você acaba com menos do que quando começou....................

............quanto mais profundo a faca entrar.....................

..........................................


Oh dia chuvoso..................


venha



venha ao meu redor..........................................................................................................."





 

Escrito por Ocean Rain às 16h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

07/08/2011


................."O sol me trouxe um pouco de luz

A lua me capturou

.........O vento me empurrou para longe

A chuva me alcançou

A estrada levou-me sem destino

Os anos dobraram-me

As estrelas esmagaram-me

..........mais uma vez..............


E agora..

eu não me sinto o mesmo

e sentir isso é algo que eu não consigo entender........


O trabalho apressou-me

As pessoas varreram-me

As ruas silenciaram-me


...............conforme a vida me tocava..................


O tempo localizou-me

Eventos atordoaram-me

O amor não me salvou

............mais uma vez.......................



E agora


eu não consigo ser forte


.................e ser forte


é algo que não me cabe mais.................


Você esperou por mim


Quando eu ainda caminhava por minhas próprias pernas

Agora eu volto


.............para sempre...............


Você manteve a casa


Que eu não pude manter


Você me deu o beijo de boa noite


E foi dormir


eu


então


desapareci..


Venha comigo


Para aquele lugar próximo ao mar



Lá você viverá outra vez


...........venha comigo............


Sim, eu era forte


mas não tive escolha


queria que você visse como as crianças cresceram


E saíram de casa......


Mas eu volto


Para dormir aqui com você


Você ainda me ama?


Vou ficar aqui


acariciando essa terra que te abraça inteira


..sonhando te ver de novo..........


......de novo...........


e de novo"........................................

Escrito por Ocean Rain às 11h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/06/2011


................"por vezes sobrevinha em nossa casa um silêncio de morte, que durava semanas a fio.

Meu pai e minha mãe cansavam-se de brigar, e eu vivia com eles como sempre, silencioso, pensativo, entristecido,  sempre procurando atingir algo em meus devaneios..

Prestando atenção neles, percebi plenamente o tipo de relação entre ambos: compreendi aquela contínua e abafada hostilidade, toda aquela dependência, encantamento e aflição

toda aquela bruma da vida desordenada que fizera ninho em nosso lar..


Isso era amor, eu compreendia..............


e percebia como o amor e o ódio são tão instantâneos e irmãos

ora amor

ora ódio

ora amor imenso

ora ódio sem limites....

Naturalmente, eu compreendi sem perceber as causas e as consequências de toda aquela angústia e ansiedade:

amar não vale a pena

o melhor seria ser amigo, cúmplice, companheiro, protetor, servidor

ser alguém para todas as horas..


Isso tudo,

sem amor.........................................................................


Feliz ou infelizmente.................................................................................


Acontecia-me, nas noites compridas de inverno, encolhido em algum canto, passar horas inteiras vigiando meus pais avidamente.


Fixava o rosto tenso de meu pai e procurava sempre adivinhar o que ele estava pensando, o que o deixava tão ocupado, porque olhava

tanto para o vazio e ria tão pouco............


A seguir, era minha mãe quem me surpreendia e me assustava..


Ela passava horas inteiras caminhando pelo quarto, sem se cansar, muitas vezes mesmo de noite, durante as crises de insônia de que sofria....


Às vezes as lágrimas desciam-lhe em jorros pelo rosto, lágrimas que ela própria talvez com frequência não

compreendesse........................................


Viver, enfim.......................................


Buscar ser feliz........................................................................................................................."

 

 

Escrito por Ocean Rain às 11h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/05/2011


.........."vim te trazer algumas palavras sobre mares escuros

sobre oceanos revoltos

sem nenhuma misericórdia

..estou me afogando em whisky e cerveja

e os relatórios do meu médico dizem que se eu não parar logo

vou me afogar num mar de lágrimas....


Conversamos

e eu respirei o seu desejo

Fui dos píncaros das montanhas geladas dos Andes

até as camadas infernais da terra em fogo intenso


Entregue às tristezas eu estava insatisfeito

Agora estou rezando para que não dure muito tempo


Ficamos juntos

no corpo e na mente

até o reino do sol vir

Você está em meu sangue e em minha pele...........


........Viver a vida apertando as gargantas uns dos outros

no veleiro dourado da loucura...............


..O nosso mar era um mar para nadar em torno

um mergulho seria mortal.......

....O nosso oceano era um oceano onde eu deveria ter me afogado

felizmente o tempo passou....

agora os relatórios do médico dizem que é preciso ser forte

Mas eu estou rezando para que não dure muito..


...amo com a minha razão

amo só o que eu posso ver e sentir

o mais importante é o sangue fluir

mesmo em tempos de absoluta provação

e solidão

............................

Está muito escuro para encontrar minha terra

para ver o horizonte longe de tanta fumaça

o vento é frio

e as árvores tremem e balançam


Se você nunca viu algo descer

experimente me ver nas primeiras horas da manhã..


Pai, você sabe onde eu estive

E você sabe por que vim

Meus olhos estão vermelhos e ardendo como nunca

precisam de água

precisam se fechar

e eu quero muito pouco

só quero dizer adeus


......................

antes de te ver

não se esqueça

estava morto e enterrado.....

Perdi meu caminho

muitas

muitas vezes..


Na escuridão eu me ajoelho


todos os dias


rogando por sono


as luzes se apagam....


os carros voam lá fora....


na verdade eu queria te perguntar:

o que você sabe sobre o amor?"



Escrito por Ocean Rain às 10h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

02/04/2011


............"Essa gente nada fez por meu destino, por minha educação, por minha formação, para me fazer melhor, para fazer de mim um ser humano..

Essa gente não me deu de comer, não quis saber da minha sede, não me visitou no hospital escuro e vazio, e eis que agora me pedem urgências, satisfações, respostas..

Zoaram o máximo que puderam, mentiram e riram, me enganaram sempre que podiam e nunca me deixaram em paz..

Apunhalaram pelas costas, atacaram crianças, machucaram ingênuos e inocentes sem capacidade de reação..

Pediam calma enquanto passavam com um trator sobre mim, pediam sorrisos enquanto eu percebia meu sangue manchando minhas roupas..

Ordem, contenção, coerência, apenas eu devo ser controlado?

Não

não quero mais

chega

já estou farto de tudo isso..

Estamos quites, agora não lhe devo nada, nem devo nada a ninguém para todo o sempre.

São maus, e eu serei mau, são cruéis, e eu serei cruel..

Amaldiçoaram meu sangue, conseguiram destruir em mim um ser humano ainda possível, me querem mau e cego pelo resto da vida..

Querem me castigar de maneira terrível, temível. Pelo amor de Deus, o que há de errado comigo?

Por favor, alguém, preciso de algo para beber, tenho uma sede sem fim. Olhe nos meu olhos, me tira essa vergonha, me liberta dessa culpa, me arranca esse ódio..

Vivo sempre sedento por um ato de amor, preciso salvar-me e fazer renascer minha alma.  Você vai se aproximar com piedade?

Se eu receber tanto amor, serei digno dele?

Meu coração é violento, porém nobre. Existem almas que, em sua ignorância, acusam o mundo inteiro. Eu acuso, acuso toda a sociedade, mas ainda tenho esperança de que possam esmagar minha alma com sua bondade.  Não posso ser sempre culpado perante todos e não sou o mais indigno..

Correndo em meio aos carros, socando os vidros, entre lágrimas de arrependimento e de um enternecimento sofrido e pungente, fiquei a gritar para todos: quero ficar longe de vocês, sinto nojo de suas vidas, mas há pessoas maravilhosas neste mundo, pessoas muito melhores do que eu, por que não desejaram acabar com nada, não quiseram me destruir, mas me salvar. É mais justo deixar escapar dezenas de culpados a punir um inocente!!!!!!!!!!!!!!

A multidão seguia seu rumo, parecia que ninguém tinha me dado atenção. Subi na calçada e me sentei no chão, junto à porta de uma loja de cosméticos. Senti meus cabelos tocados por alguém.

Ao levantar meu rosto, me deparei com um senhor grisalho, seus olhos estavam vermelhos e cheios de lágrimas"........................................

 

Escrito por Ocean Rain às 16h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

19/02/2011


"Um dia

no meio daquela confusão

no meio daquela festa fantástica de brilhos e mil sons

senti e compreendi que todo aquele ambiente era totalmente novo....................................

estava mergulhado naquele momento numa treva completa e não podia viver na treva tantos anos.

Era necessário preparar-me........

É claro que decidi que, em primeiro lugar, deveria guiar-me conforme os meus sentimentos e a consciência me ordenassem. No entanto, também sabia que isso era apenas uma loucura minha de muito tempo e que a realidade me era completamente desconhecida....

Onde, onde é que eu li aquilo sobre um condenado à morte que no momento de morrer dizia ou pensava que se o deixassem viver no alto, numa rocha e num espaço tão reduzido que mal tivesse onde pousar os pés  -  e se à volta não houvesse mais que o abismo, o mar, trevas eternas, a eterna solidão e a tempestade constante  -  e tivesse de ficar assim, nesse espaço de uns 50 centímetros, a sua vida toda, mil anos, a eternidade... preferiria viver assim a morrer imediatamente?

O que interessa é viver, viver, viver!...................................

.......Viver, seja como for, mas viver!..................

...............................


Sentei-me em uma cadeira bem no canto, poucos me viam.

Fiquei olhando a todos: q mundo estranho...

A primeira categoria, na minha visão confusa, seria formada por indivíduos conservadores por natureza, disciplinados, que vivem na obediência e gostam de viver nela.

A meu ver eles têm obrigação de ser obedientes por ser esse o seu destino e não ter, de maneira nenhuma, para eles, nada de humilhante.

A segunda categoria é composta por aqueles que infringem as leis, os infelizes, os ansiosos, os destruidores e os propensos a isso, a julgar pelas suas qualidades. Os crimes destes são comuns, cotidianos, o q todos adorariam fazer: destruir o presente em nome de qualquer coisa melhor. Mas se necessitarem saltar ainda que seja por um ato covarde, por cima da lama, então, no seu íntimo, na sua consciência, eles podem conceder a si próprios a autorização para saltarem por cima de qualquer um, atendendo a suas mentes doentes, desesperadas, atormentadas, cegas de tanto ver, sonhando com um descanso, um hospital, uma escola, um presídio com muros enormes e grades afiadas para q ninguém possa fugir, correr, viver............................................................................................................................................................................

Levantei-me, desci a escada, respirei o ar da noite e vaguei no escuro atento aos sussurros e aos q choravam em silêncio no andar dos feridos e ensanguentados..

Escrito por Ocean Rain às 18h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

13/02/2011


"......Você é um raio de luz


na minha vida


um pequeno e bom raio de luz


na minha vida


e essa luz clara e branca que vc tem


é que ilumina


todos os passos que me levam até você........................


Vc é mais quente que o sol


quando amanhece..


brilha mais do que as estrelas do céu


quando anoitece..


e esse raio de luz que vc é


nunca se esquece


de iluminar cada momento para mim................................................


abraçar-te por fim


por muitos


muitos anos


devolvendo à realidade o que sonhamos


desejava dedicar-me assim


até o fim


e nunca mais renunciar a este amor..


deixa-me ser como você..


........um raio de luz ardente......................


deixa-me ser como vc é


luz e amor somente....


Eu queria ser como vc


e abraçar-te contente


numa só esfera de luz


....eternamente..


..para sempre....


para sempre..........................."

 

Escrito por Ocean Rain às 18h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

28/01/2011


"a procissão segue


os gritos já terminaram


..........louvor e glória aos amados q se foram............


todos falam baixo enquanto se sentam às mesas


espalham flores


q são arrastadas pela chuva

 

.......................................................


fiquei junto ao portão


no fundo do pátio perto do jardim


vi-os passar como nuvens negras no céu


tentei gritar no ardor do momento


possuído por uma fúria q me queimava por dentro.............


nada melhorava a dor..


e o desespero

 

..................................


chorei como uma criança


quando me lembrei de tudo q perdi nestes anos..


viajei  no tempo


passei as mãos na terra


tirei os sapatos


e fiquei andando descalço na relva


............tanto fardo para carregar..............


me sinto doente apesar da comunhão interior


eu sei....


aceitei como uma maldição um acordo infeliz

 

completamente infeliz..

 


o fundo do pátio era escuro


úmido e aconchegante


fiquei a observar todos de longe


todos começaram a beber


muito e rapidamente

 

 

................


não há palavras q expliquem


nem ações q possam parar este quadro desolador

 

 

.............................

 


observo as árvores e as folhas q caem


esta é a hora em q os mistérios emergem


uma estranheza bela difícil de relatar


um momento comovente q vai direto ao coração


uma carga excessiva sobre os ombros


ofensas


maldades


atrocidades


os desgostos q sofremos e nunca


esquecemos.."



 

Escrito por Ocean Rain às 19h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/01/2011


Ocean ficou olhando para a tela


apertando as letras do teclado


fez as palavras aparecerem


bem devagar................


"....tenho dois caminhos a escolher

no fio de uma navalha

Permanecer atrás e estagnar

Seguir adiante e cair


a sala cheia de gente

vejo todos assustados, com lágrimas nos olhos

se eu não puder sair agora,

o momento não chegará


Dois caminhos a escolher,

Qual caminho a seguir,

Decida por mim,

mas

por favor

deixe-me saber..


Olhei no espelho, vi que estava branco como uma folha de papel,

Se eu pudesse retornar para o lugar de onde eu vim

se eu pudesse não ter nascido


para viver isso

Dois caminhos a escolher,


Qual caminho seguir,


Tinha pensamentos para um


Projetos para ambos


Fôssemos nós imortais


não estaríamos ali


afogando-se nas praias


lutando por ar


tentando morrer nas estradas


se debatendo nas matas


pulando das janelas com asas invisíveis..


Vejo o seu rosto ainda na minha janela....................................

Tormentos calmos

infelizmente

não me libertarão


Algo deve se romper agora,


Essa vida não é minha,


Algo deve se romper agora,


Espere pelo momento,


você verá algo se quebrar"..................................



Estava paralisado...........

precisava voltar aos remédios..


Escrito por Ocean Rain às 16h12
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

22/12/2010


......................Ivy.............................................


você se machucou


você se feriu gravemente


seu peito está sangrando


não é possível........................


Ocean arrastou Ivy para a cama e a envolveu em um lençol


tentou segurar o rio de sangue q inundava a cama


Ocean


vá embora


agora


não quero você mais aqui................................


A cabeça de Ocean ardia. Ele foi à varanda e buscou o ar fresco, q o reanimou novamente. Ele ficou ali postado, sozinho, no escuro, em um canto, e súbito ele pôs as mãos na cabeça. Num átimo seus pensamentos dispersos se juntaram, as sensações se fundiram em um todo, e se fez luz. Uma luz terrível, aterradora. Passou quase um minuto na indecisão,  naquela altura já estava tudo terminado: ele a havia perdido, cedido, ela estava morta para ele.

Deus, reanima aquele ferido ao pé do muro!

Afasta de mim este terrível cálice!

Senhor, você já operou milagres para pecadores como eu...

E então, então...


Uma espécie de raio de alguma esperança luminosa resplandeceu para ele na escuridão..................


Ele se precipitou do lugar e correu para a sala, novamente para ela, para sua eterna...


vou para casa, meu amor....


e nunca mais eu volto aqui!


Ivy moveu a cabeça afirmativamente


seus olhos ardiam de dor e tristeza..............................


não quero você aqui mais, Ocean, você entendeu?


Ocean saiu cambaleante


no meio da noite


só tinha a roupa do corpo


foi até a estrada e aguardou o primeiro ônibus


......começou o raiar de um novo dia...............


sentia fome, frio e sede


mas estava chegando


estava dormindo quando o motorista gritou um nome


deu um pulo e saiu em disparada do ônibus


olhou para a frente......


a mesma rua....


subiu e viu o portão verde....


ouviu um som e tudo se esclareceu


oh this would

keeps spinning round

it`s a wonder tall trees

ain`t layin`down

there comes a time


..................estava voltando para casa................................

Escrito por Ocean Rain às 18h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

06/11/2010


Ivy brincava com facas


limpava


contava


olhava Ocean


e brincava


enquanto isso


Ocean rabiscava................................


com uma caneta começou


a arranhar a parede


e escrevia


escrevia...................



"Milhares de vezes eu te vi desafiando


a gravidade como uma aterrissagem lunar


tenho vontade de correr até te encontrar


Excluir o mundo daqui


flutuar até você


você é o som que escuto


Tudo o que nós conhecemos


agora


está se apagando......................



a verdade é que estou cansado de fingir.............................



eu nunca pensei que eu tivesse algo mais para dar.....................



você sempre está me empurrando para longe..........................



aqui estou eu


sem você


bebendo por tudo o que perdemos


os erros que cometemos


Tudo vai mudar


mas o amor


continua o mesmo?



Encontre um lugar para fugirmos


vamos para uma cidade alta


no topo do mundo..........................



............................................................................................


eu ando pelas ruas por sete bares


tenho que encontrar o lugar onde você está



os rostos parecem embaçados



Sand


já estou tão cansado..........................



Tanto mais para falar


tanto mais para fazer


tanto mais para lembrar


Não me engane agora


nós devemos superar


Porque nosso amor continua incendiado


S
A
N
D"

Ocean sentiu cheiro de sangue


Ivy


e seu punhal imundo


uma dor imensa............

 

Escrito por Ocean Rain às 19h50
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

29/10/2010


Ivy continuava a dirigir

sempre fora das regras

sem leis

sem limites

ria

gritava

falava

e dirigia


Ocean segurou um grande copo e começou a falar

saindo de um longo silêncio...


"Tudo está ficando rápido,

cada vez mais confuso agora,

viver está ficando fora de controle

Luzes estão piscando,

carros estão colidindo,

bem frequente dentro de nós

Ivy

entendo o sentido dessa velocidade

mas perdi a sensibilidade

ou a abandonei de alguma forma


sinto falta de Sand


nenhum sinal dela no horizonte


nenhum vestígio


está em um paraíso agora


sem medo


e sem sofrimento

Estou vendo você


estou vendo ela


não consigo ter piedade de ninguém


Quem está certo, quem pode dizer?


E quem se importa agora?


lembro q dizia.....


precisamos de amor


o amor que era especial apenas para um


só na febre eu me aqueço (q desperdício...)


Meu Deus


Como eu desejo Sand aqui comigo agora

um corpo a ondular e ferver


q compartilha aquela luz do dia terrível


morno


bem quentinho


como um cão em volta dos nossos pés


ficaria assim


como eu desejo Sand aqui comigo agora

o homem enforcado olha em volta enquanto espera........


a corda estica firmemente e então se rompe


parecia morto e está livre


Algum dia nós morreremos em nossos sonhos

sonhos falíveis

sonhos sonhos só


Como eu desejo a sua volta............."



.......O carro brecou violentamente........

.......o copo explodiu no vidro..

.........................dois olhos como duas escopetas....

Ivy chorava com olhos vermelhos de sangue....


Escrito por Ocean Rain às 19h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

26/10/2010


 

Ocean ficava escrevendo nas suas mãos

...passou a escrever em suas pernas......

.....nos seus braços.....

.....traços fortes e arranhões de tinta..


"

Você pode dizer q tenta brincar


 

 

bolar vários jogos


 

fingir-se de morta para me matar aos poucos

 

e eu só pago

 

eu só curto mesmo

 

quando você está quebrando todas

 

todas as regras

 

.........todos os sinais que encontro foram cuidadosamente apagados............

 

......enquanto isso...........


..........demônios rondam e me observam atentamente...............

 

 

Toda essa calmaria...


todo esse desaparecimento está conseguindo me derrubar

 

sim

 

e eu temo não conseguir voltar

 

 

 

 

por favor

 

...............apenas me dê a dor com a qual eu estou


acostumado.................................................

 

 

...vc não precisa acreditar em todos os meus sonhos...

 

.......vc só precisa me dar a dor de q eu preciso para viver

 

..............a única dor verdadeira.....

 

Estou consciente

 

mas não vejo movimentos.........................

 

Fecho os olhos

 

e tento imaginar o paraíso em q vc vive...............

 

os demônios estão aqui ao lado

 

farejando perto................

 

Percebo as falsificações

 

e fico louco..

 

............com uma nota repleta de esperança, eu não desespero......................."

 

 

Escrito por Ocean Rain às 16h38
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/10/2010


Ocean ficou observando Ivy...........................

começou a falar para o mundo lá fora

sussurrava...................


"Ela está com algum problema

Se não há conserto, ela não tem diversão

Tenta jogar pedras

tenta fazer buracos no sol


Isso a faz correr

gritar

quebrar a casa inteira.......................


às vezes ela vem séria

com uma navalha suja de sangue

e sua velocidade.................


Mas ela não aguenta toda essa pressão

é puro show

ela não aguenta

Isso a faz se esconder

adorar o escuro e seus fantasmas

livros velhos

histórias proibidas



Mas eu não a entendo

Não

eu não a entendo mesmo....................


Ela quer suavizar a minha queda


colocando pressão de toneladas na minha mente


Passa o seu dia

De joelhos

(ela gosta de rezar)


Você sempre a ouve dizer

Que a vida significa alguma coisa

............

..............Fora de espaço e fora de linha....................

assim ela vive seu tempo

sempre

sempre planejando algum crime profano

que acaba em nada...


Ela disse:

Como você acha que eu me sinto?

eu me virei

e tentei dormir

minha cabeça na varanda

um riso nos lábios"

Escrito por Ocean Rain às 20h58
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Histórico